Décimo terceiro salário é um aliado na compra do imóvel

Fonte: Coluna Panorama Imobiliário (O Dia Online). Por Cristiane Campos – publicado 24/12/2020.

Mesmo em um ano atípico, muita gente está de olho no décimo terceiro salário, benefício que é pago entre novembro (primeira parcela) e dezembro (segunda parcela). A renda extra geralmente é utilizada para quitar dívidas e para as compras de Natal. Outra forma de utilizar o recurso é investir na compra do imóvel. Para quem deseja trocar o aluguel pela casa própria, o abono salarial pode ser o empurrãozinho que faltava. Atentas a este movimento de final de ano, construtoras e imobiliárias estão com campanhas para estimular o fechamento do negócio. Confira algumas ações:

1 – CAC Engenharia: para a compra de unidades no residencial Tarsila do Amaral, que a construtora acaba de lançar em São Gonçalo, a empresa oferece opção de entrada zero, parcelas a partir de R$ 399 e documentação grátis. Isso significa que o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis) e o registro são por conta da CAC, o que pode representar uma economia de até R$ 7 mil. Os imóveis têm preços a partir de R$ 124.900 e, por ser um projeto pelo programa Casa Verde e Amarela, o interessado tem a possibilidade de conseguir subsídios (descontos) de até 42.200, de acordo com a renda familiar. O Tarsila do Amaral oferece 180 unidades entre apartamentos de dois quartos com varanda e unidades garden (com quintal privativo), tipologia muito procurada pelas famílias após a experiência do isolamento social. O empreendimento conta com lazer completo e segurança.

2 – Riviera Construtora: oferece 12% de desconto no pagamento à vista, documentação grátis (economia que pode chegar a R$ 10 mil, de acordo com a renda familiar) e entrada parcelada em até 60 vezes sem juros para as unidades que têm entrega prevista para 2021 do Central Park Riviera, bairro planejado em Duque de Caxias. Os imóveis têm preços a partir de R$ 161 mil. “Nesta época do ano, muitas famílias utilizam o décimo terceiro para ajudar no pagamento da entrada. É um dinheiro extra muito bem-vindo e que permite realizar vários sonhos, entre eles o da casa própria. Sem contar que, comprando conosco, o cliente já vai programar a mudança para 2021”, observa Jamille Dias, gerente de Vendas e de Marketing da construtora.

3 – Construtora Vitale: também está com campanha de documentação grátis (registro e IBTI – Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis) para clientes do programa Casa Verde e Amarela. A ação é válida para quatro empreendimentos: Vitale Rise (Encantado), com unidades a partir de R$ 169 mil, Vitale Eco (Vargem Grande), com valores a partir de R$ 177 mil, Bliss (Vaz Lobo), a partir de R$ 195 mil, e Vitale Easy (Campinho), que tem imóveis a partir de R$ 199 mil. “O momento é muito favorável para o cliente. Estamos vivendo uma época de juros nunca antes vistos e a Caixa tem oferecido condições completas para o interessado. Esta é a hora de trocar o aluguel pela casa própria”, diz Eduardo Paiva, sócio-diretor da empresa.

4 – Morar Mais Imobiliária: oferece opções entre terrenos e apartamentos, com valores a partir de R$ 45 mil, prestações a partir de R$ 390, além de subsídios que podem chegar a R$ 47.500, dependendo da renda familiar. Os imóveis estão disponíveis em (www.facebook.com/MorarMaisOficial e www.instagram.com/morarmaisoficial/). Os apartamentos ficam nas zonas Norte e Oeste do Rio; já os terrenos estão na Região dos Lagos. “Os lotes têm valores a partir de R$ 45 mil. E os apartamentos têm preços a partir de R$ 117 mil. Utilizar o décimo terceiro salário é uma boa estratégia, pois as construtoras estão oferecendo condições muito atraentes neste fim de ano”, afirma André Barros, presidente da Morar Mais.

Advogado orienta como usar o abono salarial

O advogado Leandro Sender explica que o benefício pode ser usado como sinal na compra de um imóvel, reduzindo o saldo devedor, no pagamento do ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e dos custos cartorários de lavratura e registro das escrituras. “Na hipótese de o imóvel já ter sido adquirido, o 13º pode ser utilizado para pagar as prestações de um financiamento que ainda não venceram e abater parcial ou total o saldo devedor”, orienta.

O especialista ressalta ainda a importância de ter um planejamento financeiro para a aquisição. “De nada adianta, por exemplo, utilizar o 13º salário para dar um sinal e contrair um empréstimo habitacional que o adquirente não terá capacidade financeira de suportar futuramente. Sendo assim, a melhor estratégia é sempre se planejar financeiramente de forma que o comprador jamais adquira um imóvel que não seja adequado ao seu orçamento mensal, até porque é uma dívida de longo prazo, podendo chegar a 30 anos”, pondera.

Deixe um comentário...